Em 2011 eu quero…

…mais momentos de alegrias. Perder o ar, embasbacada, ao ver a beleza de um drible e não a hipocrisia de mais um dirigente ou empresário mentiroso. Celebrar os títulos do meu time e não o fato de ele ter ganho mais dinheiro com publicidade. Ver meus ídolos brilhando em campo e não nas páginas de fofoca dos jornais. Quero mais bola dentro do gol e menos bola fora na vida.

Que em 2011 os torcedores troquem a violência pelo amor à camisa – o verdadeiro amor, que se reflete em discutir as questões do time e não em fazer jorrar sangue adversário. Gostaria de ver meus colegas jornalistas mais céticos com relação a boatos de vestiário e menos crentes em sua capacidade nada divina para entender o futebol.

Que eu tenha menos coerência e fórmulas e mais improviso e criatividade. Menos desculpas e mais suor. Menos decepções e mais… paixão pelo esporte.

É só mais um dia

O Ano Novo, se você for pensar, é um dia como outro qualquer. Dormimos na sexta, em 2010, e acordamos no sábado, em 2011. O que mudou? Nada. Trabalharemos na segunda, jogaremos bola com os amigos na terça, reclamaremos do vizinho na quarta. Ligaremos para os pais na quinta, tomaremos uma cerveja na sexta e, no fim do dia, sentiremos que a semana “passou rápido demais” – assim como 2010, aliás. Quer que o ano seja mesmo “novo”? Mude a si mesmo que 2011 te segue!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s